terça-feira, 25 de setembro de 2018

A estreia das TRÊS JOIAS - por monge Seikaku


A estréia do filme Três Joias em Porto Alegre, dia 23 de setembro de 2018, domingo, foi um acontecimento com um significado espiritual, cultural e de um valor incomensurável na atual conjuntura da globalização, do encontro e fusão de diferentes culturas, a nossa pluricultura ocidental com o budismo.

A peculiaridade do momento, na projeção do documentário e durante o encontro e debate, foi ter representado também o testemunho da chegada do budismo na própria vida dos palestrantes, do diretor e de diversos membros da comunidade budista presentes na platéia.
Ao final todos assistimos a um documentário sobre o budismo brasileiro, um filme sobre nós mesmos, as sanghas.

Para mim (monge Seikaku/Celso Marques), foi um grande presente, dos queridos amigos e irmãos no Dharma: Lama Padma Samten e monge Dengaku, do Kentaro Sugao, diretor do filme, que também é sacerdote budista da Terra Pura e de todos os envolvidos direta e indiretamente na realização deste maravilhoso trabalho documental e desse bonito encontro. Só tenho a agradecer. 

GASSHO!  





Nenhum comentário:

Postar um comentário