http://www.institutozenmaitreya.org.br/2019/04/zen-shiatsu.html

quarta-feira, 27 de março de 2019

PALESTRA DA MONJA JOSHIN

Monja Joshin Sensei estará no Instituto Zen Maitreya, dia 23 de julho, às 19h30.



PALESTRA SOBRE ZEN



Joshin Luce Bachoux , monja francesa pertencente à tradição Sotô Zen, discípula e sucessora de Moriyama Roshi, no dia 23 de julho, às 19h30min, dará uma palestra no Instituto Zen Maitreya-Zendo Diamante. 

A palestra será dada em francês com tradução para o português, sendo aberta a todas as pessoas, sejam elas praticantes de zen ou apenas interessadas e curiosas.  Joshin colabora regularmente no semanário LA VIE e é autora do livro Journal de mon jardin zen. Sua vinda a Porto Alegre será uma rara oportunidade de tomar contato com uma personalidade especial, ao mesmo tempo extremamente culta e de uma simplicidade cativante, dedicada a trazer o zen para a vida cotidiana das pessoas.  A palestra visa responder a uma pergunta que desperta muita curiosidade : «AFINAL, O QUE É O ZEN ?» Também será uma oportunidade de conhecer o Zendo Diamante, local de prática da meditação-zen e de estudo da tradição Sotô Zen, onde moram os monges Seikaku e Ieda Seishin.  

Joshin foi ordenada monja pelo mestre Moriyama Roshi,  do qual recebeu o Inka, Selo da Transmissão, em 1990, sendo sua discípula e legítima sucessora.  A monja reside atualmente em uma pequena cidade próxima do Templo Demeure Sans Limites, localizado em uma região montanhosa no sul da França. Em 1998 ela deu a primeira ordenação monástica a sua discípula Jokin Sensei, desde 2015 abadessa residente no Templo.

Joshin Sensei começou a praticar zazen, a meditação-zen, em 1984. Desde esta época o estudo de budismo e a prática do zazen se tornaram prioridades espirituais na sua vida. Em 1986, Joshin foi para o Japão com o objetivo de ter um contato direto com as fontes do zen. Lá foi buscar a experiência de viver em um templo zen e decidida a receber a ordenação monástica. Depois  de passar seis meses em Tóquio, Joshin descobriu  ZUIGAKUIN, um pequeno templo na montanha, muito simples e despojado, sem eletricidade, sem telefone e sem água encanada. Mesmo levando uma vida dura, especialmente passando todo o inverno no meio da neve e com pouca água, porque a água congelava na fonte, foi a vida que Joshin desejava: viver na pobreza e simplicidade, em plena natureza, conforme os ensinamentos de Buda.
Depois de um ano vivendo em ZUIGAKUIN, ela recebeu a ordenação monástica do mestre Moriyama Roshi, fundador e  abade do templo.  Nos três anos em que lá viveu, ela  teve o privilegio de conviver diariamente com seu mestre, recebendo ensinamentos.  Em 1990, ela finalmente recebeu o Selo da Transmissão, documento que a torna oficialmente legítima sucessora na linhagem do mestre Moriyama Roshi, no seio da tradição Sotô Zen. Em 1991, o Roshi lhe pediu para regressar à França,  fundar um templo zen e dar continuidade aos ensinamentos recebidos no Japão.  De volta a seu país de origem,  ela fundou o templo denominado «Demeure Sans Limites», que significa « Morada Sem Limites ». Neste meio tempo Moriyama Roshi assumiu o cargo de Sookan, Superior da Comunidade Sotô Zen Para a América Latina, vindo a residir no Templo Busshinji, localizado no bairro da Liberdade, em São Paulo.  Acompanhando seu mestre na condição de ocupante do mais elevado cargo diretivo da organização Sotô Zen na America Latina, a monja Joshin viajou pelo Brasil, Uruguai e Argentina, realizando retiros e palestras difundindo os ensinamentos de Buda. Depois que o Roshi cumpriu sua missão no Templo Busshinji e veio morar em Porto Alegre, dando assistência espiritual para a comunidade do Via Zen, a monja Joshin esteve diversas vezes entre nós.


Atualmente a monja Jokei Sensei, discipula e sucessora da monja Joshin, mora no templo Demeure Sans Limites, dirige a prática espiritual e as demais atividades dos praticantes residentes.  A saúde delicada de Joshin Sensei a levou a morar numa pequena cidade próxima do templo, onde ela acolhe e ensina discípulos laicos, estuda e escreve, dá retiros e prepara as aulas e palestras que ministra em diversas cidades da França. A propósito, Sensei quer dizer, literalmente, « nascido na frente ». No Japão ser tratado por Sensei confere um estatus especial de honra, dignidade e respeitabilidade. Em português significa apenas a profissão de « professor » ou  «  professora ». Mas sem ter o estatus social elevado e privilegiado comparável  ao existente na  cultura japonesa. Lá, mais do que ser apenas um profissional competente, o professor deve ser um exemplo.

quarta-feira, 13 de março de 2019

YOGA com Mercedes Bode

Todas as quartas-feiras, das 08h 30min e nas quintas-feiras às 19h, a professora Mercedes Bode oferece aulas práticas de Yoga no Instituto Zen Maitreya.



Dakshina Tantra são exercícios das posturas do Yoga (asanas) e são feitas de acordo com as necessidades de cada praticante, em termos orgânicos e de bloqueios de energia dos chacras.

As aulas são regulares, e o valor é R$ 180,00 (mensal), uma vez por semana, ou R$ 50,00 a aula avulsa. 20% de desconto para estudante.

Forma de pagamento: Depósito Banco Banrisul, Agência 0032, Conta 39.069426.0-7 (conta poupança) Dados: José Celso Aquino Marques, CPF 500.158.508-20 (enviar comprovante para o e-mail institutozenmaitreya@gmail.com).


MERCEDES VASCONCELLOS BODE

Uma das primeiras mestras de Yoga de Porto Alegre iniciou os trabalhos com Hatha Yoga na década de 70, a partir do contato com seu primeiro mestre Cosmelli. Na década de 80, com os mestres Paulo Murilo Rosas e Glória Arieira, iniciou os estudos de Vedanta e Dakshina Tantra, práticas e estudos que desenvolve até hoje. Dirige a escola de Yoga Ganesha Puja, há mais de 25 anos. Estuda simbolismo e mitologia Hindu e faz viagens regulares em grupos de estudos para Índia.